quinta-feira, janeiro 10, 2008

Ser profeta é ser mais alto

Mais umas dentadas. Eu bem queria largar o osso, até porque os não fumadores fundamentalistas já começam a prejudicar a minha saúde (todos os fanáticos me fazem mal aos nervos) e depois só lá vai com a benza (enquanto não a proibirem também) mas o prato está cada vez mais suculento.
Queriam ir atrás de manias americanas? Pois tomem lá o extremismo e embrulhem:

Associação apela ao fim do tabaco em casas e carros

A União Humanitária dos Doentes com Cancro (UHDC) quer que seja proibido fumar em qualquer local, desde que estejam presentes menores ou não fumadores.


De acordo com Luís Filipe Soares, presidente da UHDC, «se está provado cientificamente que fumar prejudica gravemente a saúde de quem fuma e a dos que o rodeiam, não pode haver nenhum argumento para justificar que um fumador possa fumar junto de um não fumador».

Alargar a proibição de fumar

Congratulando-se com a «generalizada boa aceitação» da nova Lei do Tabaco, a UHDC diz acreditar que, depois de consolidada a actual Lei do Tabaco em toda a União Europeia, a referida lei irá mais longe.

A UHDC refere alguns exemplos que, segundo esta associação, serão abrangidos no futuro pela lei do Tabaco. Assim, a UHDC diz que «um dia» será proibido fumar em casa ou no carro, desde que o fumador esteja na presença de não fumador ou de menores. Mesmo ao ar livre, esta associação acredita que será proibido fumar na presença de menores ou a menos de cinco metros de outras pessoas.


Esta dos cinco metros é moda americana. Eu adicionaria uma tradição europeia e medieval aplicada aos leprosos: que fosse obrigatório que os fumadores de cigarro acesso circulassem pela rua com uma sineta ao pescoço para as pessoas saudáveis poderem fugir a tempo.

O que é que eu vos dizia?

ACORDEM!
ELES QUEREM ILEGALIZAR!


Depois não digam que não foram avisados. Não se calem! Lutem pelo direito à escolha!

E o que querem os fumadores? É muito simples.

No trabalho: Salas para fumadores. Fechadas. Com janelas.

Na diversão: Cafés, restaurantes e bares para fumadores.

É de louvar o exemplo cívico que os fumadores têm dado desde que a lei entrou em vigor, cumprindo-a escrupulosamente, às vezes a pensar mais na multa dos outros que a sua desobediência propositada acartaria. Ao contrário do que dizem os fundamentalistas, afinal os fumadores não são o bando de energúmenos egoístas que se pintavam.
Já os não fumadores, por outro lado, tenho-o lido em vários sítios e sentido na pele a discriminação, têm demonstrado, desde as mais elegantes prosas de jornal ao mais jocoso comentário de rua, que pouco se importam com o incómodo que estão a causar. Pelo contrário, até gozam. E como não sou só eu que vejo isto, começo a achar a tendência preocupante. Coisas de Terceiro Reich, já o disse, afectam-me os nervos.

Mas não se iludam, não fumadores. Como muitos de vocês (os mais inteligentes) já perceberam, se eu fosse a vós punha as barbas de molho. Isto começa com o tabaco mas não pára por aí. Depressa chega à salsicha, ao sal, à gordura, ao exercício compulsivo. Se esta liga de doentes com cancro leva a melhor, não tarda que a associação de doentes de cancro do fígado nos queira salvar a todos de beber álcool. De seguida, a associação de hipertensos proíbe-nos de comer sal, gorduras e beber café. Se pensam que exagero, reparem de onde se importou a moda e pensem na América, o país mais hipócrita do mundo, que proíbe o fumo individual mas se recusa a admitir que as suas emissões de CO2 podem condenar a humanidade inteira. Quanto mais penso na América mais lamento o que vejo na Europa. É triste.

Etiquetas: , ,

2 Comentários:

Blogger O Raio disse...

Tudo indica que a actual ofensiva mundial contra os fumadores seja um estudo para outras ofensivas.

Não se irá proibir o sal, a gordura ou o não fazer exercício mas, nada me admira que num futuro perto de nós, cada um tenha de ter uma ficha com a vida que faz e se não faz um esforço para seguir as normas, quando adoecer, terá de pagar todos os tratamentos. Ficará fora do Serviço Nacional de Saúde.

O argumento é simples, com que direito é que uma pessoa que se esforça para levar uma vida saudável vai pagar com o dinheiro dos seus impostos o tratamento daqueles que não se esforçaram?

13/1/08 18:46  
Blogger gotika disse...

Mais uma ideia importada da América onde quem não tem seguro não é tratado e quem está doente não tem direito a seguro. Saúde só para os ricos.
Engenhoso.
Não me espanta a quantidade de gente que aprova a ideia. O egoísmo faz parte dos genes humanos.

16/1/08 02:20  

Enviar um comentário

Links to this post...

Criar uma hiperligação

<< Home



Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

União Zoófila

Powered by Blogger




site search by freefind advanced




My blog is worth $22,017.06.
How much is your blog worth?