quinta-feira, agosto 30, 2007

Comentário ao país, por UNG

Em resposta aos meus posts anteriores, o UNG pediu-me para publicar isto. Cá vai.

Tens razão.

Só posso acrescentar coisas.

Porque é que este pais não muda?

1- Porque não se dá valor ao mérito.

Enquanto os melhores tiverem que ir para o estrangeiro para
explorar todo o seu potencial.

Enquanto um vulgar trabalhador português apenas puder ter sucesso
se for trabalhar para o estrangeiro.

Enquanto se for obrigado a manter no trabalho os inúteis e os
incompetentes, por sai demasiado caro despedi-los ou é
proibido pela constituição.

Enquanto a única forma de arranjar trabalhadores portugueses com um
mínimo de qualidade seja através de conhecidos. "É preferível um
diabo conhecido do que um desconhecido". Porque não existe o
hábito nem a experiência em conduzir concursos para a admissão dos
melhores profissionais.

Este pais andará a passo de caracol na melhor das hipóteses.

2- Porque é mais importantes as aparências do que o conteúdo ou a
qualidade.

Isto dito pelos estrangeiros que nos visitam. Eles já repararam
que o típico português gosta de contrair dívidas para:

- Comprar carros de topo de gama, bem acima das necessidades da
família.

- Comprar roupas de marca.

- Ir de férias para o estrangeiro nos locais da moda.

- Comprar ecrãs de plasma de mais 1000 euros, mas com qualidade
duvidosa.

Em vez de:

- Manter o carro actual com mais de 2 anos.

- Comprar carros económicos e de qualidade, adequados às
necessidades da família.

- Investir na cultura e enriquecimento pessoal. Através da
compra de cultura de qualidade em vez da cultura de pastilha
elástica.

- Investir na formação profissional, como forma de subir na
carreira ou para trabalhar mais eficientemente, sobrando mais
tempo para a familia.

- Investir o pouco dinheiro que sobra do ordenado, como forma de
precaver contra problemas no futuro ou aumentar a garantia de uma
reforma justa.

3- Trabalhar de forma eficiente e adequada às necessidades do
cliente.

Também os estrangeiros já reparam que em Portugal nada se faz de
manhã e pouco à tarde. Pouca gente chega antes das 10 horas e estão
sempre a fazer pausas para o café. A única altura produtiva do dia
é durante o intervalo do almoço. Em que as pessoas se reúnem e por
vezes discutem assuntos de trabalho e tomam decisões.

4- Porque toda a gente acha a responsabilidade de mudar é do outro.

Por cá, por todos os motivos e mais alguns. Pouca gente toma a
iniciativa para fazer algo de novo ou diferente. Mas mesmo esses
são logo abatidos pelos que não querem que nada mude e pelos que
têm inveja de não terem pensado no mesmo.

Se alguém tem uma boa ideia e monta um negócio. O português em vez
de aplaudir e sentir-se motivado para ter ideias próprias, o que
faz é montar um negócio ferozmente concorrente impedindo os dois de
terem sucesso.

Isto é os meus .02 de euro para juntar ao teu artigo.

UNG

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Links to this post...

Criar uma hiperligação

<< Home



Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

União Zoófila

Powered by Blogger




site search by freefind advanced




My blog is worth $22,017.06.
How much is your blog worth?