domingo, maio 14, 2006

18 de Maio - 20 Horas - MANIFESTAÇÃO EM FRENTRE AO CAMPO PEQUENO

Movimento Anti-Touradas

Caros (as) amigos(as),

Como é do conhecimento geral dia 18 do corrente mês reabre a praça de touros do campo pequeno, em Lisboa. Esta praça, que se encontrou encerrada durante 5 anos, volta agora a disponibilizar o habitual espectáculo de sofrimento e tortura de animais sensíveis a que as touradas já nos habituaram.



É lamentável que em pleno século XXI se opte por promover espaços comerciais associados a comportamentos anti-pedagógicos e de fraco valor cultural em detrimento do enriquecimento educacional e cultural. Porque convenhamos, num país com tanta fome cultural, encontraríamos facilmente outras formas de melhor entreter as nossas gentes.

Porquê a promoção de sofrimento animal como entretenimento e não a promoção de verdadeira arte, como pintura, escultura, teatro, etc..? Porquê insistir em rotular os portugueses como apoiantes de tradições bárbaras, como é o caso das touradas, quando cada vez é maior o número de pessoas que se opoêm a este espectáculo degradante?



Por muito que alguns tentem apresentar argumentos de tradição e cultura, podemos constatar pela evolução social que temos observado que este tipo de espectáculo tem o seu fim muito próximo. Não poderemos ambicionar por um ser humano evoluído e capaz de responder de forma responsável e consciente aos problemas do mundo enquanto nos mantivermos presos a comportamentos retrógados e pouco dignificantes para o Homem, enquanto espécie intelectualmente superior.



Sabemos que são muitos os que rejeitam esta realidade como um legado cultural e tradicional e desaprovam este novo espaço quem tem muito mais de sofrimento do que de entretenimento, nesse sentido promoveremos esta acção de protesto, que terá lugar no dia 18 de Maio, entre as 20H e as 23H, no campo pequeno, por forma a permitir que essas mesmas vozes se façam ouvir.



Porque acreditamos na união de esforços, esta acção acontecerá em parceria com as seguintes organizações: - LPDA - Liga portuguesa dos direitos do animal, MATP -Movimento Anti-Touradas de Portugal, Midas -Movimento internacional em defesa dos animais, GAIA - Grupo de acção e intervenção ambiental, GLA - Grupo de libertação Animal, Infonature.org, APAAC - Associação de protecção dos animais abandonados do Cartaxo, Instituto Zoófilo Quinta Carbonne e Acção Animal - Movimento pelo direito à vida Animal.



Esta coligação terá como slogan a frase " UNIDOS CONTRA AS TOURADAS".



Apelamos ao espírito de participação e união neste dia especialmente triste para os animais e para a luta que diariamente levamos a cabo em prol da defesa dos seus direitos. Ajude-nos a passar esta mensagem por Portugal inteiro e juntar o máximo número de pessoas em torno deste acontecimento. Urge mostrar realmente que os portugueses estão UNIDOS CONTRA AS TOURADAS.

Junte-se a nós! Participe activamente! Pelos animais, por si, por um mundo mais justo e harmonioso!



MATP – Movimento Anti-Touradas de Portugal: www.geocities.com/RainForest/Andes/1084/

GAIA – Grupo de acção e intervenção ambiental: www.gaia.org

ACÇÃO ANIMAL – Movimento pelo direito à vida animal: www.accaoanimal.com

MIDAS – Movimento internacional defesa animais: www.associacaomidas.com

APAAC – Ass. Protecção animais abandonados Cartaxo: www.apaac.zapto.org

LPDA – Liga portuguesa dos direitos do animal: www.lpda.pt

INFONATURE.ORG – www.infonature.org

IZQC – Instituto zoófilo quinta carbone: www.izqc.com

GLA – Grupo de libertação Animal: www.glanimal.com


UNIDOS CONTRA AS TOURADAS


MATP- Movimento Anti-Touradas de Portugal

Apartado 55102, E.C. Galiza,

4051-401 Porto

E-mail: matp@netcabo.ptv


Não farei compras nem entrarei no Campo Pequeno nem assistirei a nenhum espectáculo enquanto a bárbarie se verificar. Qualquer artista que aceite fazer um espectáculo neste recinto é cúmplice também.
Poluir Lisboa com este espectáculo de pobreza de espírito que devia ser PROIBIDO em TODO O PAÍS é uma aberração regressiva do estado da mentalidade de uma civilização.

Mais do que manifestação: BOICOTE!

Não, às vezes não se pode fechar os olhos e dizer que está tudo bem quando não está. Nem há aqui lugar para dubiezas. NÃO É NÃO!

Etiquetas:

22 Comentários:

Blogger Necare disse...

Como bom ambientalista, sou completamente contra as touradas e outros espectáculos degradantes do género, que me envergonham de ser português (entre muitas outras). Infelizmente não posso ir à manifestação, mas também não será por mim que eles terão lucro.

15/5/06 12:29  
Blogger S. disse...

Eu cá adoro touradas. Comprarei 100 ced's de cada artista que cantar, dançar, pular, saltar no campor pequeno. Farei as minhas compras, preferencialmente no campo pequeno. E manifesto-me contra qualquer movimento proibitivo. E já não me apetece discutir isto outra vez. É sopa requentada. Já aqui foi falado. Beijinhos e olé!

Ass: Henry Bond
www.tapornumporco.blogspot.com

15/5/06 13:19  
Blogger Silvia disse...

Pensei exactamente o mesmo à hora de almoço.

15/5/06 22:17  
Blogger Synne Soprana disse...

Repudio completamente este tipo de "entretenimento"... N consigo compreender como é que exitem pessoas que conseguem assistir a esta atrocidade... Só tenho um sentimento para isto: "NOJO!!!"

Estou ctg!

15/5/06 22:31  
Blogger Grunfo disse...

os animais estão ao nosso serviço. não têm mais direitos do que aqueles que a sociedade humana em cada momento lhes reconhece. eu por mim não pago bilhetes para ver tourada, mas também não pago bilhetes para ver futebol e não penso em proibir aquilo.

o touro é criado para aquilo e eu adoro rabo de toro com tomilho, não me fazendo muita mossa o que lhe fazem antes de ele vir para a mesa.

mais peninha motivam-me os gansos do foi-gras e não me parece que se deva abdicar do dito pelos cujos.

a sanha persecutória da tourada carece de algum sentido. se é pela peninha dos animais, pena tenho eu de pouco poder fazer pelos desgraçados bípedes com que todos os dias tropeçamos.

16/5/06 18:38  
Blogger Necare disse...

Eh pá, essas teorias antropocentristas já estão ultrapassadas há muito, e a história da pena pelos humanos não pega. Uma coisa não implica a outra, e se tens tanta pena dos bípedes, por que não vendes tudo que tens e dás aos pobrezinhos? Só o que pagas em internet dá para alimentar uma família em África durante um ano.

16/5/06 19:28  
Blogger S. disse...

O Grunfo é um porco antropocentrista! Eu diria mais, possivelmente é um fascista-humanista! Essa cena do antropocentrismo já deu. Agora o que tá a dar é o animalocentrismo, de preferência na variante bovinocêntrica. Eu concordo com o necare e até já fui vender o carro e a casa para ajudar a defender os mosquitos da ilha de Java. É que eu aderi à mais recente vanguarda animalocêntrica: o mosquitocentrismo! Vota Mosquitocêntricos! Boicota a Dum-Dum! Abaixo o Banzé! Fora co Sheltox! Pelos direitos dos mosquitos

16/5/06 20:01  
Blogger -VenusDiablo- disse...

Uma coisa é ser ignorante por falta de informação.
Outra coisa é, mesmo com toda a informação, continuar a ser ignorante e ter orgulho nisso!!!

Agora o "animalocentrismo" é moda!!!!!! Talvez essas pessoas nunca ouviram falar que a morte do mais simples dos animais pode mudar todo o nosso ecossistema!!! Aliás, mesmo com provas de que isso é possível preferem fechar os olhos. Talvez ainda não se tenham apercebido de que a sobrevivência humana depende de todos os outros animais!!!!!

Há quem diga que os touros são criados apenas para este objectivo...talvez essas pessoas queiram estudar um pouco de produção animal antes de dizem a maior das asneiras das suas vidas!!!

Para outros que pensam que o animal sofre no matadouro, aconselho-vos a fazer uma visita a um!!! O sofrimento do animal tanto durante o seu crescimento, como na sua morte é punido pela lei! O mesmo não acontece nas praças de touros!

Uma coisa é fazer produção animal dentro da lei para uso alimentar exclusivo. A nossa sobrevivência depende disso. Temos as tecnologias para que o animal não sofra e tenha as melhores condições de vida possiveis. Outra coisa é levar um animal para uma chacina, para puro divertimento do povinho!!!

16/5/06 22:22  
Blogger Necare disse...

É pena os senhores S. e Grunfo não serem abduzidos por extraterrestres que os pusessem ao seu serviço, de preferência a levar com bandarilhas no lombinho. Tinha lógica, sob o vosso ponto de vista, não?

17/5/06 10:44  
Blogger Grunfo disse...

O Necare tem alguma razão, mas a abnegação última que me poderia dar, jamais resolveria o problema, uma vez que pelo meio há uma coisa que se chama Poder que não tenho e que apenas engordaria com o meu sacrificio. Se fosse apenas uma questão de resolver a pobreza com algum sacrificio da nossa parte, julgo que poucos se negariam a tal.

Quanto ao S. esse grande porco-fascista, facínora da Panela, é bicho que devidamente picado substituiria com garbo qualquer tourinho de segunda.

A Vénus Diablo parte de alguns pressupostos engraçados. Com que então o sofrimemto animal está proibido por lei? Ó Diabo, vamos ter que dar todos em vegetarianos e deixar de respirar para não matar os àcaros.

e tem piada a postura do vivó animaizinhos ou são todos ignorantes!

e essa do uso alimentar exclusivo? eia, eia..., nós poderíamos matar a fome comendo gansos sem lhes fazer inchar o fígado, e a lagosta poderia ser comida sem ir viva prá panela, (há aqui um gozo humano não muito longe do prazer da tourada) e as peles de porco para sapatos e os porcos para transplante e os ratos para experiências, etc, etc.

17/5/06 10:52  
Blogger -VenusDiablo- disse...

A ignorância pesa sempre na balança da conservação!!!

18/5/06 14:07  
Blogger Grunfo disse...

touché, obrigado pela redenção Vénus Diablo!

19/5/06 11:01  
Blogger Grunfo disse...

ah, e já agora "o sofirmento animal" não está proibido por lei. e não deixa de ter a sua piada a invocação da lei e da sua supremacia (embora erradamente invocada) quando depois a violam flagrantemente nas manifs anti-tourada com agressões, danos e impedimendto do espéctáculo como fizeram por exemplo na póvoa. se querem fazer uso da lei respeitem-na, manifestem-se mas dentro da lei. porque a lei permite o sofrimento do toiro.

19/5/06 11:06  
Blogger Necare disse...

Se ninguém se mostrasse contra certas leis, ainda hoje andavam a queimar pessoas no espeto por serem acusados de bruxaria.

19/5/06 17:50  
Blogger -VenusDiablo- disse...

Penso que não me percebeste Grunfo!!!
Ou se mata para se sobreviver ou se mata por divertimento. A lei de que falei em relação ao sofrimento animal de facto existe, mas infelizmente é respeitante à matança em relação à alimentação!!!!! Quanto a experiências laboratoriais já foi provado que os animais não são, normalmente necessários e leis estão previstas para isso!!! Agora, quanto à matança por divertimento infelizmente ainda nada foi feito...e é por isso que nos manifestamos!

19/5/06 19:49  
Blogger Grunfo disse...

necare e venus diablo, é evidente que a lei não é nem nunca foi sagrada. só apontei a contardiçaõ de estar dois lados da barricada.

quanto ao sofrimento animal, a lei não diz nada disso nem lá próximo. nos animais de matadouro a preocupação da lei é higienista e só.

a lei geral que anda há anos para ser revista prevê já qualquer coisa como a proibição e coima da crueldade desnecessária para com os animais. o que é um conceito impossível de definir sem a interpretação do julgador.

em puto atei sertãs a rabos de cão. obviamente crueldade desnecessária. mas ainda hoje , gosto de manter as conquilhas em água perto do ponto de congelação. crueldade? certamente, mas indispensável para tirar as areias.

quanto aos animais de laboratório são erradas e terríveis as convicções da venus diablo. seria um retrocesso terrível. a que obviamente ninguém liga.

22/5/06 22:40  
Blogger Necare disse...

Enganas-te Grunfo, quanto aos animais de laboratório também há algo a fazer, como por exemplo eutanaziá-los com anestésicos e não matá-los à pancada, como fazem a muitos ratos. E a sua utilização pode deixar de acontecer - nunca ouviste falar de culturas de tecidos vivos? E nunca será justificável usá-los para experiências de cosméticos, perfumes e merdas do género, e muito menos matar centenas de chinchilas para fazer um simples casaco de peles.

23/5/06 12:28  
Blogger -VenusDiablo- disse...

A preocupação da lei, para os animais de matadouro, não fala apenas em termos de higiene. Eu trabalho todos os dias com animais, tenho um curso em produção animal e conheço muito bem as leis a esse respeito!
As leis, em relação à matança no matadouro visam o bem estar do animal para melhorar a carne do animal, ou seja, está provado que um animal mais bem tratado e com melhores condições, produz mais e melhor alimento de qualidade! E o bem estar não é apenas uma preocupação no momento da morte (todos eles são atordidos de forma rápida e indolor para que não sintam qualquer dor), mas também durante o período da sua criação!

Quanto a animais de laboratório...se não conheces as várias alternativas para o não uso de animais em laboratório, a culpa não é minha! Aconselho-te a ler mais! Só depois disso é que te posso considerar apto a opinar sobre as consequências disso e dos retrocessos (?!?!) que isso pode ter.
A crueldade desnecessária não é um conceito difícil...o que é difícil é abdicar do dinheiro que todo esse jogo sustenta. E achas que esse dinheiro vai para ti e para outros iguais a ti?!?! Tu só ajudas a que outros fiquem ricos à tua custa e o que eles te oferecem!?! Um espectáculo de carnificina!!!! O que enfrentamos aqui não é, nem nunca foi, um problema de tradição....mas sim um problema de demência!

O que podemos concluir de tudo isto? Que o desenvolvimento do Homem, considerando todos os níveis, é melhor e mais rápido aquando do não uso de violência animal!!!!!!!

23/5/06 22:13  
Blogger Goldmundo disse...

Tapores (e todos): leiam o espantoso romance do Coetzee (o Prémio Nobel de há dois ou três anos): "As vidas dos animais".

O problema é muito maior do que o das conquilhas na água fria.

24/5/06 01:14  
Blogger Grunfo disse...

Gold, do Coetzee li a obra prima que é o Waiting For The Barbarians, esse sim um livro que se preocupa sériamente com o mundo animal. o nosso. humano. li também o Disgrace que sendo inetressante não chega à obra-prima. tenho lá mais uns quatro ou cinco dele, mas esse julgo que não. vai prá lista de compras e de leituras. e voltarei a ele.

VDiablo, o teu primeiro parágrafo confirma aquilo que referi da preocupação higienista da lei. o cuidado com o animal parte de preocupações de saúde, gosto e prazer humano. essa é a base da lei.

quanto às peles e chinchilas e quejandos, choca-me e sou contra a caça de qualquer besta selvagem pela pele, cornos, dentes, etc, etc. sou contra, julgo que quase tudo é contra, é proibido em quase todo o lado etcetc.

já não me choca e é um negócio natural a criação de chinchilas, martas etc etc para peles, dentes, ossos carnes o que for.

quanto aos animais de laboratório, partes de um conceito de ignorância alheia que te fica mal na argumentação. e repito o que disse. sendo certo que as cobaias vivas, ratos ou porcos, parecidos coim o homem em termos de funcionamento do organismo saõ insubstituiveis em muitas investigações de saúde, do cancro á sida e dos virus às vacinas. como sou ignorante na matéria - sei o que li e o que defendem milhares de cientistas. basta clicar no google. e o que defendem é precisamente que no dia em que tal prática corrente for proibida a ciência rettrocede.

24/5/06 10:11  
Blogger -VenusDiablo- disse...

Primeiro, Bem Estar Animal é diferente de Higiene e Sanidade Animal!!!!!!!

Segundo, não parto de presupostos, apenas verifico a ignorância duma pessoa pelo seu discurso e a tua é bem óbvia!

24/5/06 14:04  
Blogger Grunfo disse...

e eis a sabedoria impante de rotulos e certezas. há que ajoelhar e olhar para baixo . sua alteza falou. abaixo a ignorância. deve ser giro ter uma cabecinha destas. obrigado venusdiablo por me teres permitido ver um pequeno vislumbre da tua imensa luz.

ass: ignorante

26/5/06 23:47  

Enviar um comentário

Links to this post...

Criar uma hiperligação

<< Home



Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

União Zoófila

Powered by Blogger




site search by freefind advanced




My blog is worth $22,017.06.
How much is your blog worth?