terça-feira, 6 de agosto de 2013

Máquina Herética: poesia e prosa poética, 17




Os fantasmas do passado
perseguiram-me neste dia
Oh, como os odeio!
Os espectros do futuro
assolaram-me a mente
Oh, como odeio os do presente!

591989

4 comentários:

- danielamelo disse...

há alturas em que temos medo dos três "tipos" de fantasmas que falas ...

MintJulep disse...

Este pôs-me um sorriso nos lábios. És mesmo uma moça muito interessante, tu.

MintJulep disse...

5-9. Birthday?

katrina a gotika disse...

Mint: Não. :)

Foi por acaso que este saiu no dia de Natal. Não fiz de propósito.
Lembram-se da história do Dickens e dos fantasmas de Natal?
Coincidências da breca.