quarta-feira, maio 18, 2005

Diário de um ser... nocturno

Consegui deitar-me às 3 da manhã, ontem. O que em princípio é um progresso.
Dormi até às 18 horas de hoje.
Obviamente, não fui trabalhar.

Não sei quantos comprimidos tomei. Não me lembro. Às vezes tomo comprimidos porque não me lembro se já os tomei. Depois de um certo tempo de habituação, as doses têm que ser cada vez mais fortes para funcionarem. Se não me lembro é porque não sinto os efeitos e se não sinto os efeitos vai dar ao mesmo.
Há dias e dias. Os ansiolíticos têm ajudado a reduzir as benzodiazepinas porque em dias de ansiedade a dose de comprimidos para dormir, propriamente ditos, tem que ser maior.

Dói-me a cabeça, tenho frio, não tenho fome e não consigo chorar. Se ao menos conseguisse chorar.

Telefonei à minha médica a perguntar quais os efeitos secundários da melatonina. Melatonina é o que todos os night owls tomam nos Estados Unidos mas parece que há uma tendência para a considerar uma hormona "desconhecida" na União Europeia. A médica não sabia e disse-me para não o fazer.
Logo, vou fazê-lo. Não tenho nada a perder. Não pode ser pior do que os comprimidos para dormir. E não pode ser pior do que acabar a dormir na rua.

Na segunda feira, à hora do almoço, quando todos saíram, eu encostei a cabeça à secretária e tentei dormir. Não dormi mas também não conseguia fazer nada. Estar lá não significa "estar lá". Também tento dormitar nos autocarros mas as pessoas fazem imenso barulho.
Custa-me manter os olhos abertos durante o dia, a verdade é essa. Os meus sonos estão tão trocados que para mim meia noite é meio dia para os anormais que dormem de noite.

Estou a ver que não tenho possibilidades de ter uma vida nesta sociedade. Devia ser abatida.
Sim, abatida, como um animal inútil.

Já não peço desculpa a ninguém. Quero que se fodam todos como eu estou fodida.
Porque ninguém quer saber. Porque todos exigem, exigem, e ninguém quer saber. Quem não se preocupa comigo merece o mesmo tratamento.
Que se fodam.



PS: Obrigada àqueles que me escreveram a relatar o mesmo problema. Neste momento ainda não sei onde se compra melatonina. Farmácia ou ervanária? Vou descobrir. É como vos digo, neste momento não tenho nada a perder. Já nem sei que dia é hoje. Esqueço-mo de cada vez mais coisas. Só espero de não me esquecer de ir ver o Marilyn Manson no dia 29. Espero acordar a horas. Porque já tenho o bilhete.
Merda.

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Links to this post...

Criar uma hiperligação

<< Home



Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

Powered by Blogger




site search by freefind advanced