sexta-feira, maio 24, 2013

Gotika: arquivos Agosto 2004

agosto 19, 2004

Pensamento do (outro) dia

"O sábio teme o céu sereno; em compensação, quando vem a tempestade ele caminha sobre as ondas e desafia o vento".

Este estava num comentário do Tapor num porco, mais precisamente aqui.

Já há muito tempo que não escrevo aqui nada sobre a minha vida. Já me acusaram de não fornecer material voyerístico. Acontece que eu tenho as minhas obsessões, e disperso-me, e abstraio-me, e só acabo por voltar ao que realmente interessa.
É curioso, e por isso pus ao blog o título que pus, a única referência estável, e diria mesmo perpétua, na minha vida, é o movimento gótico. Dizem os americanos "home is where your heart is". O lar é onde está o coração. O meu está mesmo por lá.

Quando se tem uma situação de tirania e medo na própria casa, uma pessoa aprende cedo a abstrair-se. Alguns fogem para tão longe que nunca mais regressam. Eu tenho a sorte, ou não, de ainda estar lúcida. Às vezes também me questiono sobre a minha sanidade mas acabo por descobrir que ainda não foi desta.
Contudo, agora acredito que já não me safo. Podemos, como o sábio, desafiar o vento quando vem a tempestade, mas partindo do princípio que ela também se dissipa. Ninguém sobrevive a uma tempestade permanente. Não existem tempestades permanentes. Quando o temporal é muito grande as pessoas aleijam-se. Ficam marcadas. Não são as mesmas.
Aborrece-me um bocado não ter as oportunidades que os outros têm. Aborrece-me e aborreço-me. A minha perda é a vossa perda.
Mas já não tenho inveja. Observo-vos, com perplexidade, a queixar-se que está mau tempo em Agosto, que chove quando estão de férias. A tragédia, o horror, o drama! A chuva em Agosto!
Até já perguntei a Deus porque é que isto está a acontecer. Não a chuva, estou-me nas tintas para a chuva, mas isto tudo. Já Lhe disse que faça o favor de explicar porque não estou a ver o que Ele quer agora. Geralmente Ele quer qualquer coisa, isso é certo, mas não estou exactamente a ver o quê.
Sei que desde a morte anunciada do meu gato me tenho afastado até dos animais, como se tal coisa pudesse acontecer! Inconcebível!
Mas quando se aprende na infância a capacidade da total abstracção, ganha-se um poder imenso que é tão maravilhoso como destrutivo. Fugir do mundo é, também, sair do mundo. Não há um sem o outro.
Sair do mundo é bom para o espírito mas é mau para a vida prática.
E no entanto, é preciso força para enfrentar a tempestade. A abstracção é uma forma de força, de poder.
Um dia, a tempestade há-de acabar-se. Ou acabo eu antes. Seja como for, tudo muda, nada dura para sempre. Ainda estou para ver o que é que Ele quer com isto tudo.

Outro pensamento para o dia: "The darkest hour always comes before dawn".
A hora mais escura é a que precede a madrugada.

Publicado por _gotika_ em 10:37 AM | Comentários: (5)

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Links to this post...

Criar uma hiperligação

<< Home



Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

União Zoófila

Powered by Blogger




site search by freefind advanced




My blog is worth $22,017.06.
How much is your blog worth?