sexta-feira, março 07, 2008

Gótico: o que dizem de nós

Há muitos anos que leio a revista "Boa Estrela" por manter uma abordagem informativa mas essencial aos variados temas do sobrenatural e do oculto, abrindo assim a porta para o leitor interessado investigar à posteriori se assim o entender.
Em Maio de 2007, a edição da "Boa Estrela" trazia quatro páginas dedicadas à cultura gótica. Até aqui nada de mais. Também podiam falar da Guarda Republicana ou do lince da Malcata se o fizessem bem. Aliás, uma vez a "Boa Estrela" fê-lo como deve ser e eu até elogiei aqui. Na altura não tinha scanner mas suspeito que ainda guardo algures o artigo, em papel. (Se houver interesse também posso ir buscá-lo, mesmo desafiando o terrível exército de ácaros que o vigiam ferozmente.)
Em Maio do ano passado, contudo, a revista "Boa Estrela" produziu uma das maiores bostas já escritas sobre os góticos e a sua sub-cultura, não só copiando em estilo e prosa sites brasileiros encontrados por essa internet fora, como também, dentro do próprio artigo, o que é jornalisticamente gravíssimo, contradizendo numa caixa o que é dito na outra, o que só me leva a pensar que o/a editor/a estava a dormir e a precisar de encher chouriços.
Mas o pior, mesmo o pior!, que me faz voltar a isto tanto tempo depois porque só agora tive disponibilidade e paciência, é que apresenta uma imagem distorcida e chocante do movimento gótico. Imagino uma pessoa normal a ler estes disparates: um pai, uma mãe, alguém que nunca conheceu um gótico, e a ideia repulsiva que tira do artigo de que os góticos são uma seita religiosa de hábitos ritualísticos de pôr os cabelos em pé, como beber sangue e passear pelos cemitérios à noite.
É por isso que este artigo vai ser devidamente zurzido, como merece toda e qualquer peça que se apresente como jornalística e fale do que desconhece. Lamento que a qualidade da revista "Boa Estrela" tenha ido pela escada abaixo a rebolar nos últimos anos, nomeadamente começando artigos como: "Os centauros eram animais que viviam na Grécia Antiga" (e outras pérolas do género). Que os centauros não se manifestem é lá com eles, mas quem não se sente não é filho de boa gente.
Vamos então, primeiro, à parte séria, e passemos depois ao gozo, que no fim até se arranca daqui umas gargalhadas.

Favor ver as páginas scanadas em baixo, na íntegra. (Só foi retirada publicidade a uma vidente cá do sítio que será reposta assim que a senhora nos pagar o anúncio.)
O artigo começa mal do princípio, colocado como está na secção "CRENÇAS E RELIGIÕES".
E diz mesmo, logo a abrir: "A religião gótica constitui uma outra cultura, estilo e maneira de pensar." Religião quê?!... E continua mais à frente: "Os góticos normalmente têm discussões espirituosas sobre a evolução da religião e o seu lugar na sociedade moderna. Ser gótico é, afinal, uma outra forma de tribalismo (...) Como a maioria dos grupos religiosos, os góticos tentam sempre manter de fora quem não adere à sua forma de estar na vida."

Para descansar pais, avós, tios e até góticos confusos:

O MOVIMENTO GÓTICO NÃO É UMA RELIGIÃO!

Definição de religão, para quem não sabe, como se pode ler no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora:

religião, s.f. culto prestado à divindade; conjunto de preceitos e práticas pelas quais se comunica com um ser ou seres superiores; doutrina ou crença religiosa; reverência ou respeito às coisas sagradas; temor de Deus;...

Cultura gótica, sim. Religião gótica, nunca. Religião implica a existência de um deus, ou deuses, e, que eu saiba, a única coisa que todos os góticos adoram é a música. Góticos e outros melómanos como os malucos do jazz ou os eruditos da música clássica.
A sub-cultura gótica é tão tribalista como qualquer outra sub-cultura urbana.
E não, os góticos não andam por aí a cortar o pescoço a "quem não adere à sua forma de estar na vida". Era só o que faltava, além de religiosos também sermos fundamentalistas.

Agora que está feito o ponto sério, passemos ao gozo.

Cortar o pescoço só se for à besta que escreveu esta merda. Pelo contrário, em vez de esconder o movimento gótico em desígnios obscuros, faço questão de comentar e explicar melhor a pais, mães, tios e alguns góticozinhos muito (mas muito!) confusos, que escrevem estes tremendos disparates nos seus sites de língua portuguesa duvidosa, o que se passa nos bastidores dos nossos eventos tenebrosos (onde muitas vezes se sacrificam crianças no altar dos copos mas são elas que fazem questão de sair de lá em coma alcoólico). Analisemos, pois, os disparates ao pormenor, que vale bem a pena.

Os chamados Góticos têm tendência para um senso de humor considerado «perverso e negro»

Quem escreveu o artigo não conhece a blogosfera. Provavelmente nunca viu o Herman nem o Gato Fedorento. Tenho pena. Deve ter sido uma vida bem triste.

Tentar classificar os góticos num "tipo de pessoas" seria impossível.

Até porque somos uma cambada de animais, essa é que é essa.

Às vezes as roupas podem ser uma dica, mas nem sempre isso acontece.

Pois não. É preciso procurar-lhes, no couro cabeludo, o sinal da besta: 666.

A cultura gótica envolve frequentemente a cena musical

Ora aqui está o momento de verdade no artigo. De facto, envolve "frequentemente" a cena musical, mas muito boa gente só lá anda por causa da roupa.

Mas a música não é a única arte dos góticos.

Não. A tribo também sabe fazer potes de barro, colares de conchinhas e outros tipos rudimentares de artesanato.

Também existe uma grande parte desta cultura que é rica e pensadora. Os góticos lêem muito Dante, Byron, e Tolstoi - não porque eles "devem" ler, mas porque QUEREM ler.

Fantástico! Ler, nos dias que correm! Estes góticos devem ser mesmo apanhados da cabeça. Ora aqui fica o bom conselho para o autor do artigo: ler mais e escrever menos.

Também costumam assistir a filmes mudos de expressionistas alemães.

Eu é mais David Lynch, com som e a cores, mas não se pode ter tudo.

Atentem agora nesta maravilha da contradição:
No entanto, os góticos não são muito diferentes das outras pessoas, simplesmente apreciam e valorizam coisas que a maioria das pessoas acha questionáveis, desprezíveis ou até complicadas.

Exacto, tal como a maioria das pessoas, bebemos sangue, passeamos nos cemitérios ao luar e comemos cocó.

Não são obcecados pela morte e por matar.

Claro que não queremos matar ninguém (excepto o autor deste artigo).

Nem todos usam drogas.

Anedota do século.

Nem todos os góticos do sexo masculino são gays.
Nem todas as góticas do sexo feminino são lésbicas.


Está bem visto. De outro modo, como é que fazíamos góticozinhos?

Os góticos têm empregos, frequentam a escola, pagam impostos, criam famílias, possuem carros e casas, e são tão produtivos como qualquer outra pessoa, se não forem mais, em alguns casos.

Somos nós, os surdos mudos, os deficientes motores e os portadores de deficiência mental. E tudo sem subsídios do Estado! É obra!

Todos têm tendência a algum tipo de arte, mas nem todos são músicos, pintores pretenciosos ou artistas que inventam histórias assustadoras (...)

Pois não. Alguns têm blogs só de propósito para cascar na merda que se escreve por aí sobre os góticos.

Não estão interessados em aterrorizar pessoas, roubar dinheiro, corromper crianças (...)

Fala por ti. Eu corrompi um grupo de crianças que aterrorizam pessoas e lhes roubam a carteira para me dar o guito.

Aliás, existem góticos pagãos, cristãos, e outros ainda que não acreditam em nada.

Mau Maria! Então e a religião gótica de que fala este mesmo artigo? Foi com os porcos assim de repente?

Perguntar a um gótico porque usa uma cruz é o mesmo que perguntar a uma senhora religiosa, católica, ao sair da missa, porque usa uma cruz, se bem que a resposta do gótico possa ser bem mais interessante e convincente...

Sim. Na volta, o gótico até é o padre.

De facto, a cultura gótica nada tem a ver com o andar vestido de preto e ouvir música depressiva.

Apoiado. Tem tudo a ver com desfilar no Gay Pride e ouvir "In The Navy". Um bocadinho de Emanuel também vem sempre a calhar.

Os góticos são um grupo pacífico. Apesar do aspecto (...)

O pior não é o aspecto. O pior é o cheiro.

E depois vem este subtítulo espantoso:
A origem remota e o gosto pelo silêncio

O termo surgiu há muito tempo, com os Godos (...) Correcto. Pelo menos deste uma para a caixa, se bem que duvido que saibas como de Godo (Goth) se chegou ao Gótico medieval, e deste ao Gótico romântico, e muito menos o que disse o manager dos Joy Division. Mas silêncio?!... Pázinho, tás mesmo a precisar de levar com uma festa gótica nos cornos. Até tripas com o silêncio.

Diz-se que os góticos gostam da noite, da vida e também da morte, da literatura, da arte, da solidão, do ocultismo, do amor.

O amor é tão bonito! Também gostamos de passarinhos e abelhinhas. Esqueceu-se de acrescentar isso à lista.

Muitas pessoas, erroneamente, vêem os góticos como vampiros (...) Mas principalmente porque grande parte dos góticos ter fama de frequentar cemitérios, mesmo durante a noite (...) Nos cemitérios encontra-se paz. É um local tranquilo, onde podem escrever-se poemas, sem barulho, ou sem medo de ser assaltado.

Assaltado não sei, mas os zombies são um grave problema de criminalidade violenta. Isso, os vampiros, os lobisomens, e os inspectores da ASAE.

Não basta vestir uma roupa preta e afirmar-se como gótico (...) não é possível entender o gótico sem conhecimentos sobre História, Literatura, Cinema, Sociologia, Música, etc.

Eu gosto é do "etc". Parece uma redacção da quarta classe.
A parte triste é que ainda há bem pouco tempo assisti a uma discussão do género num fórum aqui do sítio. Quase me atrevo a sugerir uma petição online para abrir o curso de Estudos Góticos Superiores ou, para quem prefere as novas oportunidades, uma formação em Gótico Prático com equivalência ao 12º ano. Assim, finalmente, podíamos ter professores certificados e devidamente avaliados por góticos com menos anos de carreira de modo a assegurar a transmissão da Sabedoria às novas gerações que são o futuro do país.

São seres sociáveis

Sociáveis que nem tubarões.

que escolhem os seus amigos pelo que eles são e não por aquilo que eles possuem

Santa ingenuidade! Tanto lirismo até dá dó!

recebem bem todos os que se aproximam (...)

Com um desprezo extremamente carinhoso.

Se sofre de problemas com o seu grupo de referência, conheça uma tribo gótica e faça uma comparação. Não fique surpeendida/o se for muito bem recebida/o

Ou ignorada/o.
Mas afinal nós somos o quê, os Alcoólicos Anónimos, as irmãzinhas da caridade, o Exército de Salvação?

Os góticos não moram nos túmulos dos cemitérios ou nos porões das Igrejas da Cidade

Mas com a crise que aqui vai não faltará muito...

Não precisa ser iniciado num ritual de magia negra, transformar-se em vampiro ou beber sangue de animais para fazer amizade com estes religiosos.

Contudo, comer cocó é imprescindível.

E termino com a melhor de todas, o verdadeiro testemunho revelador do obscurantismo de quem escreveu esta merda:
Não veneram Satanás nem cultivam o mal, mas não se engane, não é uma boa política ter inimigos góticos. Especialmente se comprares um vestido igual, filha, tás feita ao bife. Há quem diga que conhecem segredos de magia e que, quando a pessoa menos espera, pode acabar por se sentir mal e nem sequer sabe porquê.

Isso aconteceu uma vez comigo. A criatura não sabe porquê porque estava de costas quando levou a martelada na cabeça.

Não acreditam na violência

Só na magia negra.

e detestam os ignorantes e idiotas que vivem a destruir o património público.

E a escrever artigos de merda sobre os góticos.







Etiquetas: , ,

11 Comentários:

Blogger Orlando disse...

Afinal, em que consiste realmente a cultura Gótica?

7/3/08 19:05  
Blogger Goldmundo disse...

Gotika, quando te dá para seres injusta és injusta. Isto também tem partes boas, por exemplo esta:

"Os símbolos celtas e egípcios, como o próprio nome indica, pertencem ao seu lugar de origem"

E é verdade, eu experimentei aterrorizar pessoas mas não era assim muito interessante.

7/3/08 21:58  
Blogger gotika disse...

«Gotika, quando te dá para seres injusta és injusta. Isto também tem partes boas, por exemplo esta:

"Os símbolos celtas e egípcios, como o próprio nome indica, pertencem ao seu lugar de origem"»

Tens razão. Como é que essa me escapou! Imperdoável.

8/3/08 07:14  
Blogger gotika disse...

Orlando, desculpa se isto sair agressivo mas tive um dia muito stressante e tentarei não descarregar em cima de ti.
Hoje andava no cemitério a tentar apanhar um rato para lhe beber o sangue quando o sacana se escondeu num jazigo que eu não consegui arrombar. Nisto percebo que já passa das 5 e os madraços dos funcionários públicos já se tinham pirado e fechado a porta, pelo que tive de saltar o muro e nesta manobra rompi as calças de pvc mesmo no rabo e tive de voltar para casa de autocarro com as cuecas à mostra.
Enfim, mais um dia normal na vida de um gótico. ;)

8/3/08 07:18  
Blogger Vítor Mácula disse...

Eu cá gosto muito desta:

"Os góticos normalmente têm discussões espirituosas sobre a evolução da religião e o seu lugar na sociedade moderna."

O espirituoso intriga-me. Fica também no ar se as restantes questões que não religiosas perdem o sal espirituoso ;)

11/3/08 11:08  
Blogger gotika disse...

Porque é que a foto do Vítor aparece e a minha não? :,(

12/3/08 00:55  
Blogger gotika disse...

Ah, ok, porque só aparece nos comentários posteriores à sua inserção.
Fixe.

12/3/08 00:55  
Blogger Lord of Erewhon disse...

Criticar uma «peça» destas é criticar todas, pelo menos no que diz respeito ao nosso jornalismo tipo tomem-lá-comida-para-peixinhos-de-aquário.
O mau jornalismo é mais um sintoma da falta de cultura.

Bastaria escrever «gothic» no Google para ficar razoavelmente informado. Ainda para mais tratando-se de uma sub-cultura que nasce nos finais da década de 70!

Estúpidos.


Dark kiss.

22/3/08 15:24  
Blogger dark angel disse...

oi...amei a tua critica a essa reportagem... eu tb já tinha lido e achei terrivelmente um saco. tipo to querendo saber se eu posso colocar o mesmo texto no meu blog...bridadão...beijinhos góticos!

27/1/09 20:10  
Blogger THE RIDDLER disse...

Olá, Gotika!
Apesar de eu ler suas críticas somente hoje, confesso que ri bastante com seus comentários ácidos e verdadeiros, creio eu.
Saudações brasileiras.
Até breve.

Visite:
http://www.spectrumgothic.com.br/gothic.htm
Caso você não conheça, é claro.

12/10/10 14:55  
Blogger estranha disse...

gotika os signos das pessoas dizem alguma coisa de goticos ou algo como ser um gotiko(a)?

17/8/11 13:42  

Enviar um comentário

Links to this post...

Criar uma hiperligação

<< Home



Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

União Zoófila

Powered by Blogger




site search by freefind advanced




My blog is worth $22,017.06.
How much is your blog worth?