segunda-feira, setembro 09, 2013

sem título


Há passos estranhos fora dos sentidos
o campo dorme na escura paz da alma
na seara dourada que a noite acalma
pássaros negros esvoaçam sem voos definidos.

Dias longos sem memória esquecidos e quebrados
Mais longos que a morte para trás repousam
Só interessa o momento em que os olhos ousam
Perder-se na escuridão dos terrores achados.

Parece que os passos se aproximam da porta
chamam calados sofrendo o sono cerrado
voam asas chorando a clamar ao céu alado
desesperando que a noite não dorme – está morta!



10-11-1988



Comentário: Este é daqueles que quase tinham ido para o lixo. Ainda bem que não foi. Pode parecer "tipo Florbela Espanca" mas não é bem. Eu também tenho experiência de searas.



Etiquetas: ,

1 Comentários:

Blogger Mint Julep disse...

Não o acho nada Florbela. Gosto logo do inicio, parece que promete algo mais, um qq horror, um qq susto... que depois não se conretiza.

9/9/13 14:16  

Enviar um comentário

Links to this post...

Criar uma hiperligação

<< Home



Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

União Zoófila

Powered by Blogger




site search by freefind advanced




My blog is worth $22,017.06.
How much is your blog worth?