terça-feira, setembro 21, 2010

É curioso. Durante muito tempo senti-me morta, enquanto o mundo continuava lá fora. Agora já não tenho tanta certeza. O mundo é que está morto. Eu apenas observo os frémitos da sua decomposição.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Links to this post...

Criar uma hiperligação

<< Home



Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar



Powered by Blogger




site search by freefind advanced